25 de ago de 2009

Aos meus amigos,Miss Yang e Rolando

Há amizades que são feitas de risos e dores compartilhados; outras de escola; outras de saídas, cinemas, diversões, há ainda aquelas que nascem a gente nem sabe de quê, mas que estão presentes. Talvez essas sejam feitas de silêncios compreendidos, ou de simpatia mútua sem explicação. Hoje em dia, muitas amizades são feitas só de e-mails e essas não são menos importantes. Dessa forma, podemos ter vários melhores amigos de diferentes maneiras. O importante é saber aproveitar o máximo cada minuto vivido e ter depois no baú das recordações horas para passar com os amigos, mesmo quando estes estiverem do outro lado do mundo. Sim digo do outro lado do mundo,pois tenho dois amigos que escrevem maravilhosamente bem e eu viajo nos respectivos blogs Miss Yang com seu Con-fuso e Rolando com Entremares que lêem meu blog,tbém e sempre deixam comentarios carinhosos,isso para mim não tem preço, é gratificante. Silvana e Rolando ,mesmo estando distantes aprendi a amar vocês. Obrigada amigos,que Deus os abençoem sempre.

Miss Imperfeita

Mulheres Possíveis
'Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes. Sou a Miss Imperfeita, muito prazer. A imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional, mãe, filha e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho minha grana, vou ao supermercado, decido o cardápio das refeições, cuido dos filhos, marido (se tiver), telefono sempre para minha mãe, procuro minhas amigas, namoro, viajo, vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e mails, faço revisões no dentista, mamografia, caminho meia hora diariamente, compro flores para casa, providencio os consertos domésticos e ainda faço as unhas e depilação! E, entre uma coisa e outra, leio livros. Portanto, sou ocupada, mas não uma workholic. Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres. Primeiro: a dizer NÃO. Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO. Culpa por nada, aliás. Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero. Pois inclua na sua lista a Culpa Zero. Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros. Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho. Você não é Nossa Senhora. Você é, humildemente, uma mulher. E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante. Porque vida interessante não é ter a agenda lotada, não é ser sempre politicamente correta, não é topar qualquer projeto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável. É ter tempo. Tempo para fazer nada. Tempo para fazer tudo. Tempo para dançar sozinha na sala. Tempo para bisbilhotar uma loja de discos. Tempo para sumir dois dias com seu amor. Três dias. Cinco dias! Tempo para uma massagem. Tempo para ver a novela.

Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza. Tempo para fazer um trabalho voluntário. Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto. Tempo para conhecer outras pessoas. Voltar a estudar. Para engravidar. Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado. Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir. Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal. Existir, a que será que se destina? Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra. A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada. Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem. Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si. Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo! Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente. Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir. Desde que lembre de separar alguns bons momentos da semana p ara usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela. Desacelerar tem um custo. Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C. Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso, francamente, está precisando rever seus valores. E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante' .

Martha Medeiros - Jornalista e escritora

(Texto na Revista do Jornal O Globo)

.

21 de ago de 2009

Post Profundo

Olá pessoal.Estou sem tempo para criar posts, Então, para quebrar um galho enquanto não volto a ter tempo, apresento-lhes este POST PROFUNDO alternativo

14 de ago de 2009

Estress no Trabalho

Ta com Estresse no Trabalho???? Usem sempre a Pasta Vermelha

Redação sobre Sexo

Redação sobre sexo

A professora Vera achou que os alunos já estavam bem grandinhos e os mandou fazer uma redação sobre o tema sexo ou assunto relacionado. No dia seguinte, cada aluno leu a sua redação: a da Mariazinha era sobre métodos contraceptivos; a do Pedrinho falava sobre masturbação; a Ana Lúcia escreveu sobre rituais sexuais antigos, etc...(blá, blá...).

E chegou a vez do Joãozinho: - Então Joãozinho, você fez a redação que eu pedi? - Fiz sim, professora!

- Então, leia tua redação! E o Joãozinho começou a ler alto:

- 'Era uma vez no pampa gaúcho, há muitos, muitos anos. No relógio da igreja batiam 18h. Nuvens de poeira arrastavam- se pela cidade semi-deserta. O Sol já ofuscava o horizonte e tingia as nuvens de tons vermelhos. De súbito, recortou-se a silhueta de um cavaleiro. Lentamente, foi-se aproximando da cidade... Ao chegar à entrada, desmontou. O silêncio pesado foi perturbado pelo tilintar das esporas. O cavaleiro chamava- se Johny! Vestia-se todo de preto, à exceção do lenço vermelho que trazia ao pescoço e da fivela de prata que segurava os dois revólveres na cintura. O cavalo, companheiro de muitas andanças, dirigiu-se hesitante para uma poça de água... PUM! O velho cavalo caiu morto com um buraco na testa. O cheiro da pólvora vinha do revólver que já tinha voltado para o coldre de Johny. Johny não gostava de cavalos desobedientes! Johny dirigiu-se para o bolicho(bar). Quando estava subindo Os três degraus, um mendigo que ali estava, tocou na perna de Johny e pediu uma esmola... PUM! PUM! O esmoleiro esvaiu-se em sangue. Johny não gostava que lhe tocassem! Johny entrou no bolicho. Foi até o balcão, e pediu uma cerveja. O homem do bolicho serviu-lhe a cerveja. Johny provou e fez uma careta... PUM! PUM! PUM! Johny não gostava de cervejas mornas e detestava homens de bolicho relapsos. Outros cavaleiros que ali estavam olharam surpresos para Johny. PUM! PUM! PUM! PUM!..................... Ninguém sequer Conseguiu reagir. Johny era rápido no gatilho. Johny não gostava de ser o centro das atenções! Saiu do bolicho... Deslocou-se até o outro lado da cidade para comprar um cavalo. Passou por ele um grupo de crianças a brincar e a correr, levantando uma nuvem de poeira... PUM! PUM! PUM! PUM! PUM! PUM! PUM !. Desta vez os dois revólveres foram empunhados. Johny não gostava de poeira e além disso as crianças faziam muito barulho! Comprou o cavalo, e quando pagou, o vendedor enganou-se no troco... PUM! PUM! PUM! .... Johny não gostava que o enganassem no troco! Montou no novo cavalo e saiu da cidade. Mais uma vez a sua silhueta recortou-se no horizonte, desta vez com o sol já quase recolhido. Todos aqueles mortos no chão. Até o silêncio era pesado.' FIM Joãozinho sentou-se. A turma estava petrificada! A professora chocada pergunta: - Mas...Mas... Joãozinho...o que esta composição tem a ver com sexo? Joãozinho, com as mãos nos bolsos, responde: - O Johny era foda!!!

Luciano Braz

Luciano Braz repleto de sonhos e mágias, subalterno aos encantos que a vida oferece. subalterno do AMOR ... Sempre, escreves lindamente. Numa escala de zero a cem, vc escreve bem cem vezes cem... Você sempre escreve coisas que tocam profundamente... Nem sempre comento, mas sempre te leio. Suas palavras são sempre leves,sinceras e que em alguns textos, me dá uma tristeza profunda mesmo sabendo em que essa não é a intenção. Me emocionei profundamente com seu texto Carta ao Pai Adoro seu blog,amigo Sou sua fã Bjs

13 de ago de 2009

NOSTRADAMUS

 

.



NOSTRADAMUS

Em suas Centúrias , Nostradamus escreveu com tanta exatidão que nos faz acreditar que conhecia o Lula .

Fragmentos de um texto de Nostradamus:


Olá Sô essa lembrei de vc...rsrsrs um grande beijo e fiquem com Deus


 

.'e próximo do terceiro milênio uma besta (seria o Lula????) barbuda (céus,é ele!!!) descerá triunfante sobre um condado do hemisfério sul (Brasil???) ; espalhando desgraça e a miséria .' (acho que se trata da reforma da previdência ou a corrupção institucionalizada ou ainda o mensalão).
'...Será reconhecido por não possuir seus membros superiores totalmente completos.' (epa!!! Cadê o dedinho?)
'...Trará com ele uma horda (faz sentido...Palocci, Zé Dirceu,  Dulci, Genoíno e Cia Ltda) que dominará e exterminará as aves bicudas (já tô ficando assustado...PSDB = Tucanos = ave bicuda!!!) ; e implantará a barbárie por muitas datas (REELEIÇÃO???) sobre um povo tolo e leviano.' (PUTA QUE PARIU, é nóiiiiiiis !!!) ...

 


11 de ago de 2009

Boazinha eu? Só até a página dois...

Minha vida é um eterno filme pornô, só tomo no cu Estava eu na fila interminável da lotérica,(dentro do shopping)para fazer uma fézinha, (Megasena,sabe como é né,espero um dia ficar milionária),chegou uma senhora com sua linda filha,e sentaram-se num banco bem na minha frente,estavam tomando sundae do Mc Donald,(meu sorvete preferido) e eu morrendo de fome,pois não tinha almoçado e já era 16:00hrs. Pois não é que a (vaca)filha,tira um monte de contas da bolsa e pede para a D.terceira idade pagar? A(velhota),digo a D.terceira idade vem toda esbaforida,sai empurrando todos e se poe lá na frente ... Aiiiii não prestou,fiquei p da vida... não fode comigo que viro um monstro, Ainda mais comigo, que se minha mãe tivesse espirrado no parto, outro Hitler teria nascido. Mas não. A coitada ficou lá só na respiração cachorrinho, no mantra eterno mi-hija-non-será-mala-persona. Dei uma melhorada, mas ainda sim nasci com graves sequelas. Olho para(vaca)digo,filha que estava bem na minha frente,com cara de paisagem, tomando seu sundae e segurando o da(velhota)digo, D.terceira idade,e falo que ela é muito cara de pau, por usar a D.terceira idade, para passar na frente de todos que estavam ali a tempo e blá bla´blá... E não é que eu pensando que só eu tinha observado tal façanha? Niqui me enganei,todos que estavam lá,notaram o que a (vacaaaaa) fez, e me ajudaram,falaram mais que eu. Olha,se a Faber-Castell visse a cara da (vaca)filha,a contrataria como garota propaganda, porque ela conseguiu atingir todas as cores possíveis,de vergonha. Conclusão,a vacaaaa não aguentou a pressão pois sabia que estava errada, foi até a D.terceira idade,e saiu arrastando a velhota,que por sinal não tinha pagado as contas... Hahaha....Eu a-do-rei....

Os elefantes (não) esquecem

Uma senhora hj me parou na rua,me abraçou,me beijou,quase me pegou no colo, se eu tivesse uma tonelada a menos, ela teria conseguido. Engraçado como as pessoas guardam meu nome, as pessoas guardam a minha fisionomia e eu nem sei quem elas são. Sempre foi assim, eu chegando nos lugares e "Oi, Sonia?", e eu pensando "quem é essa pessoa que sabe meu nome?" e acabo dizendo oi e batendo papo como se conhecesse de décadas,ai acabo sempre usando a estratégia que sempre me ajudou nessas horas. -Nossa quanto tempo? Como estão todos ou, e a turma,me conta?? Ai a pessoa vai falando nomes,e ai sim vou recordando-me. Mesmo assim, as vezes(QUASE SEMPRE) me fodo,pois demora pra cair a ficha... Ai...........preciso de uma cervejaaaaaaaaa “Bar, amigos, e bate papo“. É tudo a minha cara, gente, tudo!

3 de ago de 2009

GG

Caracas, você tenta mesmo não invejar a Gisele Bündchen, você quer ser alguém profunda como uma piscina vazia dizendo que não liga para sua aparência. Você é inteligente, mas está gorda. Você é legal, mas está gorda. Você tenta se vestir bem mas.... está gorda. Parece que um dia um planeta de chocolate que se instalou na sua bunda simplesmente passa a ser o centro do seu universo, o seu mundo gira em torno da sua bunda, aquela celulite sacana fica te olhando dando boa noite toda vez que você vira para dar uma olhada no seu derriére. Você tenta se matar cortando os pulsos com os dentes. Olho para a TV e só vejo mulher gostosa, mulheres que da idade da minha avó estão melhores que eu. As pessoas dizem “você não está gorda – está forte” pra mim forte é cachaça pura – “você está assim – maior” , defina maior e será seus últimos instantes na Terra, “mas você continua bonita” , porra além de gorda ainda tinha que ficar feia? Aí é muita sacanagem. Quando eu vou comprar roupas é aquele suplício, as vendedores dizem que a roupa estica e que minha bunda cabe SIM naquela calça – tudo balela, claro que eu sei que GG não cabe no PP e que nem tecido da NASA estica tanto assim. Esse texto está me dando fome.... vou comer, assim tenho mais material para escrever.

1 de ago de 2009

4 Mães

Quatro mães católicas estão tomando um chá. A primeira mãe, querendo impressionar as outras diz: - Meu filho é padre. Quando ele entra em qualquer lugar todos se levantam e dizem: "Boa tarde, Padre!" A segunda mãe não fica para trás e comenta: - Pois meu filho é bispo. Quando ele entra em uma sala, com aquela roupa, todos param o que estão fazendo e dizem: "Sua bênção, Bispo!" A terceira mãe, calmamente, acrescenta: - Pois o meu é cardeal. Quando entra em uma sala todos se levantam, beijam o seu anel e dizem: "Sua bênção, Eminência!" A quarta mãe permanece quieta... Então, a mãe do cardeal, só para provocar, pergunta: - " E o seu filho, não é religioso ? " A quarta mãe responde: - Meu filho tem 1,90 m, é bronzeado, com olhos verdes, pratica musculação e trabalha como stripper. Quando entra numa sala, todo mundo olha e diz : "MEEEEEEEUUUUUUUUUUU DEEEEUUUUSSSS!!!!!!"
online