5 de jun de 2009

Joãozinho

A professora estava perguntando para a turma o que cada uma das crianças mais gostava: - Ritinha, do você mais gosta? - Das flores, professora, respondeu Ritinha. - Que gracinha! - E você, Diego? - Do aroma das lindas manhãs da primavera, professora (Futuro boiola, a professora pensou). - E você, Mariazinha? - Do céu, professora. - Que maravilha… E você, Joãozinho? - Ah, professora, eu gosto é de buceta! - O QUÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊ??? - É, professora. Eu gosto mesmo é de buceta! Buceta, buceta, buceta, buceta! Adoro!!! - Seu sem-vergonha! Vem cá! A professora pegou o Joãozinho pela orelha e foi arrastando o moleque até a sala da diretora: - Imagine só, eu estava fazendo uma brincadeira com as crianças na sala perguntando do que elas mais gostavam e esse menino vem e me diz que gosta de buceta! - Como é que é, Joãozinho? - É diretora, eu gosto é de buceta! Cabeluda, raspadinha, de todo o tipo… - SEU MAL-EDUCADO!!! Vou já chamar o seu pai! E chamou o pai do Joãozinho na escola. O homem chegou lá apavorado, querendo saber o que tinha acontecido com o filho. A diretora disse: - Imagine o senhor que a professora estava fazendo uma brincadeira com as crianças, perguntando do que elas mais gostavam e o seu filho me responde que gosta de buceta! - Ah, é isso? Liga não, diretora… guri novo… nunca comeu um cuzinho.

Nenhum comentário:

online