28 de ago de 2007

AMIGO,UM ENSAIO

Amigo é quem te dá um pedacinho do chão, quando é de terra firme que você precisa, ou um pedacinho do céu, se é o sonho que te faz falta. Amigo é mais que ombro amigo, é mão estendida, mente aberta, coração pulsante, costas largas. É quem tentou e fez, e não tem o egoísmo de não querer compartilhar o que aprendeu. É aquele que cede e não espera retorno, porque sabe que o ato de compartilhar um instante qualquer contigo já o realimenta, satisfaz. É quem já sentiu ou um dia vai sentir o mesmo que você. É a compreensão para o seu cansaço e a insatisfação para a sua reticência É aquele que entende seu desejo de voar, de sumir devagar, a angústia pela compreensão dos acontecimentos, a sede pelo "porvir". É ao mesmo tempo espelho que te reflete, e óleo derramado sobre suas águas agitadas. É quem fica enfurecido por enxergar seu erro, querer tanto o seu bem e saber que a perfeição é utopia. É o sol que seca suas lágrimas, é a polpa que adocica ainda mais seu sorriso. Amigo é aquele que toca na sua ferida numa mesa de chopp, acompanha suas vitórias, faz piada amenizando problemas. É quem tem medo, dor, náusea, cólica, gozo, igualzinho a você. É quem sabe que viver é ter história pra contar É quem sorri pra você sem motivo aparente, é quem sofre com seu sofrimento, é o padrinho filosófico dos seus filhos. É o achar daquilo que você nem sabia que buscava. Amigo é aquele que te lê em cartas esperadas ou não, pequenos bilhetes em sala de aula, mensagens eletrônicas emocionadas. É aquele que te ouve ao telefone mesmo quando a ligação é caótica, com o mesmo prazer e atenção que teria se estivesse olhando em seus olhos. Olhos... amigo é quem fala e ouve com o olhar, o seu e o dele em sintonia telepática. Amigo é multimídia! É aquele que percebe em seus olhos seus desejos, seus disfarces, alegria, medo. É aquele que aguarda pacientemente e se entusiasma quando vê surgir aquele tão esperado brilho no seu olhar, e é quem tem uma palavra sob medida quando estes mesmos olhos estão amplificando tristeza interior. É lua nova, é a estrela mais brilhante, é luz que se renova a cada instante, com múltiplas e inesperadas cores que cabem todas na sua íris. Amigo é aquele que te diz "eu te amo" sem qualquer medo de má interpretação: amigo é quem te ama "e ponto final". É verdade e razão, sonho e sentimento. Amigo é pra sempre, mesmo que o sempre não exista. Um Abraço! E um abraço em especial para o autor deste texto,que hj eu tive o prazer de receber um email, Este texto "Amigo,um Ensaio" foi escrito em 20 de outubro de 1996, por MARCELO BATALHA. Parabéns amigo!!! Belíssimo texto.

2 comentários:

Marcelo disse...

Ol�

Acabei de visitar o site, onde cheguei atrav�s do Google. Nesta p�gina, vi que um texto meu, cujo t�tulo correto � "Amigo, Um Ensaio", � citado (sem problemas, ok?) sem o autor, e ent�o resolvi enviar esta mensagem com o link para o texto na �ntegra e citando o nome do autor correto.

Parafraseando meu pr�prio sobrenome, essa � uma "batalha" que enfrento desde 1996: o texto � de autoria de Marcelo Batalha, escrito em outubro de 1996. Esse texto fez muito sucesso e se espalhou pela rede (est� hoje presente em mais de 500 sites e blogs espalhados pela internet, segundo os sites de busca), mas em alguns casos como "autor desconhecido" e at� com nome de outros autores. Al�m disso, o texto vem sendo veiculado at� de forma incorreta, com a diagrama�o errada e frases a menos ou a mais. Gosto sempre de avisar aos amigos blogueiros e deixar o nome do autor para que o erro n�o se espalhe, mas por causa dos copy-and-pastes � complicado mesmo, n�o se preocupe. Qualquer d�vida, veja o texto completo e correto em

http://www.geocities.com/marcelobatalha

Por favor, coloque o autor. Deixo um grande abra�o, muito sucesso, uma vida sensacional, cheia de sa�de e paz, s�o os votos de

Marcelo Batalha
Rio de Janeiro
http://www.geocities.com/marcelobatalha
http://divulgandotap.blogspot.com

----

Amigo, um Ensaio
(Marcelo Batalha)

Dif�cil querer definir amigo. Amigo � quem te d� um pedacinho do ch�o, quando � de terra firme que voc� precisa, ou um pedacinho do c�u, se � o sonho que te faz falta.

Amigo � mais que ombro amigo, � m�o estendida, mente aberta, cora�o pulsante, costas largas. � quem tentou e fez, e n�o tem o ego�smo de n�o querer compartilhar o que aprendeu. � aquele que cede e n�o espera retorno, porque sabe que o ato de compartilhar um instante qualquer contigo j� o realimenta, satisfaz. � quem j� sentiu ou um dia vai sentir o mesmo que voc�. � a compreens�o para o seu cansa�o e a insatisfa�o para a sua retic�ncia.

� aquele que entende seu desejo de voar, de sumir devagar, a ang�stia pela compreens�o dos acontecimentos, a sede pelo "por vir". � ao mesmo tempo espelho que te reflete, e �leo derramado sobre suas aguas agitadas. � quem fica enfurecido por enxergar seu erro, querer tanto o seu bem e saber que a perfei�o � utopia. � o sol que seca suas l�grimas, � a polpa que adocica ainda mais seu sorriso.

Amigo � aquele que toca na sua ferida numa mesa de chopp, acompanha suas vit�rias, faz piada amenizando problemas. � quem tem medo, dor, n�usea, c�lica, gozo, igualzinho a voc�. � quem sabe que viver � ter hist�ria pra contar. � quem sorri pra voc� sem motivo aparente, � quem sofre com seu sofrimento, � o padrinho filos�fico dos seus filhos. � o achar daquilo que voc� nem sabia que buscava.

Amigo � aquele que te l� em cartas esperadas ou n�o, pequenos bilhetes em sala de aula, mensagens eletr�nicas emocionadas. � aquele que te ouve ao telefone mesmo quando a liga�o � ca�tica, com o mesmo prazer e aten�o que teria se tivesse olhando em seus olhos. Amigo � multim�dia.

Olhos... amigo � quem fala e ouve com o olhar, o seu e o dele em sintonia telep�tica. � aquele que percebe em seus olhos seus desejos, seus disfarces, alegria, medo. � aquele que aguarda pacientemente e se entusiasma quando v� surgir aquele t�o esperado brilho no seu olhar, e � quem tem uma palavra sob medida quando estes mesmos olhos est�o amplificando tristeza interior. � lua nova, � a estrela mais brilhante, � luz que se renova a cada instante, com m�ltiplas e inesperadas cores que cabem todas na sua �ris.

Amigo � aquele que te diz "eu te amo" sem qualquer medo de m� interpreta�o : amigo � quem te ama "e ponto". � verdade e raz�o, sonho e sentimento. Amigo � pra sempre, mesmo que o sempre n�o exista.

(Marcelo Batalha, 20 de outubro de 1996)

Marcelo disse...

A acentuação do meu comentário apareceu estranha... tentando de novo. Desculpe a repetição.

----

Olá,

Acabei de visitar o site, onde cheguei através do Google. Nesta página, vi que um texto meu, cujo título correto é "Amigo, Um Ensaio", é citado (sem problemas, ok?) sem o autor, e então resolvi enviar esta mensagem com o link para o texto na íntegra e citando o nome do autor correto.

Parafraseando meu próprio sobrenome, essa é uma "batalha" que enfrento desde 1996: o texto é de autoria de Marcelo Batalha, escrito em outubro de 1996. Esse texto fez muito sucesso e se espalhou pela rede (está hoje presente em mais de 500 sites e blogs espalhados pela internet, segundo os sites de busca), mas em alguns casos como "autor desconhecido" e até com nome de outros autores. Além disso, o texto vem sendo veiculado até de forma incorreta, com a diagramação errada e frases a menos ou a mais. Gosto sempre de avisar aos amigos blogueiros e deixar o nome do autor para que o erro não se espalhe, mas por causa dos copy-and-pastes é complicado mesmo, não se preocupe. Qualquer dúvida, veja o texto completo e correto em

http://www.geocities.com/marcelobatalha

Por favor, coloque o autor. Deixo um grande abraço, muito sucesso, uma vida sensacional, cheia de saúde e paz, são os votos de

Marcelo Batalha
Rio de Janeiro
http://www.geocities.com/marcelobatalha
http://divulgandotap.blogspot.com

----

Amigo, um Ensaio
(Marcelo Batalha)

Difícil querer definir amigo. Amigo é quem te dá um pedacinho do chão, quando é de terra firme que você precisa, ou um pedacinho do céu, se é o sonho que te faz falta.

Amigo é mais que ombro amigo, é mão estendida, mente aberta, coração pulsante, costas largas. É quem tentou e fez, e não tem o egoísmo de não querer compartilhar o que aprendeu. É aquele que cede e não espera retorno, porque sabe que o ato de compartilhar um instante qualquer contigo já o realimenta, satisfaz. É quem já sentiu ou um dia vai sentir o mesmo que você. É a compreensão para o seu cansaço e a insatisfação para a sua reticência.

É aquele que entende seu desejo de voar, de sumir devagar, a angústia pela compreensão dos acontecimentos, a sede pelo "por vir". É ao mesmo tempo espelho que te reflete, e óleo derramado sobre suas aguas agitadas. É quem fica enfurecido por enxergar seu erro, querer tanto o seu bem e saber que a perfeição é utopia. É o sol que seca suas lágrimas, é a polpa que adocica ainda mais seu sorriso.

Amigo é aquele que toca na sua ferida numa mesa de chopp, acompanha suas vitórias, faz piada amenizando problemas. É quem tem medo, dor, náusea, cólica, gozo, igualzinho a você. É quem sabe que viver é ter história pra contar. É quem sorri pra você sem motivo aparente, é quem sofre com seu sofrimento, é o padrinho filosófico dos seus filhos. É o achar daquilo que você nem sabia que buscava.

Amigo é aquele que te lê em cartas esperadas ou não, pequenos bilhetes em sala de aula, mensagens eletrônicas emocionadas. É aquele que te ouve ao telefone mesmo quando a ligação é caótica, com o mesmo prazer e atenção que teria se tivesse olhando em seus olhos. Amigo é multimídia.

Olhos... amigo é quem fala e ouve com o olhar, o seu e o dele em sintonia telepática. É aquele que percebe em seus olhos seus desejos, seus disfarces, alegria, medo. É aquele que aguarda pacientemente e se entusiasma quando vê surgir aquele tão esperado brilho no seu olhar, e é quem tem uma palavra sob medida quando estes mesmos olhos estão amplificando tristeza interior. É lua nova, é a estrela mais brilhante, é luz que se renova a cada instante, com múltiplas e inesperadas cores que cabem todas na sua íris.

Amigo é aquele que te diz "eu te amo" sem qualquer medo de má interpretação : amigo é quem te ama "e ponto". É verdade e razão, sonho e sentimento. Amigo é pra sempre, mesmo que o sempre não exista.

(Marcelo Batalha, 20 de outubro de 1996)

online