31 de ago de 2007

ESTA É A RESPOSTA PARA VOCÊ...QUE ME CRITICOU.



VOCÊ FARIA OUTRA VEZ ?
- O que?

- Tudo.
- Se eu faria tudo novamente... do mesmo jeito?
- Sim, do mesmo jeito. Faria?
- Mesmo todos os erros e todas as coisas más?
Parei por um momento para pensar sobre isto. Eu diria sim a querer fazer as coisas más novamente?
Respirei profundamente e disse,
- Sim, eu faria.
Pronto, eu disse. Soa meio que terrível, não é? Por que cargas d'água eu iria, conscientemente, querer fazer as coisas más outra vez?
Todo o correto, todo o bom, o mau e o feio, envolveram cada passo que eu dei ao longo do caminho para chegar ao que sou agora.
Voltar e fazer as coisas de forma diferente me mudaria. Para melhor? Não sei não...
Aprendi que é bom experimentar o mau. Aprendi que é certo conhecer o errado.
- O mau me fez melhor. Eu disse ao meu amigo.
Ele me pareceu confuso, mas deu o papo por encerrado e se despediu.
Tivesse eu feito algo de errado e nada aprendido com aquilo, eu seria uma mulher totalmente diferente hoje. Acredito que eu seria uma mulher com menos amigos. Acredito que eu não teria todas as bênçãos que eu agora tenho em minha vida.

Algumas lições bem valiosas que eu aprendi vieram da dor, da perda, e de vezes tempestuosas. Agora, quando me lembro delas, posso vê-las mais claramente. Posso reconhecer a verdade dentro delas.

Você pode falar para uma criança não tocar em algo quente. Ela não tem nenhum idéia do por que. Ela não tem nenhum conceito do que o quente é. Isto até que toca-o. Fez algo que não deveria fazer e deve aprender com isto. É uma lição forte aprendida de um jeito duro.

É fato que eu não posso voltar e mudar estas coisas em minha vida que agora eu vejo como más. Eu nem sequer posso voltar e fazer as coisas boas um pouco melhor.

O que eu posso fazer é viver esta vida de tal jeito que, se daqui a muitos anos alguém perguntar,
- Você mudaria algo?

Eu honestamente posso responder,

- Sim, eu já mudei.

Nenhum comentário:

online