13 de set de 2007

ESTE JUIZ É MACHO


VIVA ESTE JUIZ!
> Parabéns a este Juiz de Direito que tem a coragem com as palavras certas
> de
> colocar o Sr Presidente em seu devido lugar !
> CARTA PUBLICADA NO ESTADÃO
> Carta-resposta de um Juiz ao Presidente Lula publicada no Estadão.
>
> Veja a carta que um juiz colocou no jornal de hoje:
> Carta do Juiz Ruy Coppola (2º TAC) .
>
> Mensagem ao presidente!
> Estimado presidente, assisti na televisão, anteontem, o trecho de seu
> discurso criticando o Poder Judiciário e dizendo que V. Exa. e seu amigo
>
> Márcio, ministro da Justiça, há muito tempo são favoráveis ao controle
> externo do Poder Judiciário, não para "meter a mão na decisão do juiz",
> mas
>
> para abrir a "caixa-preta" do Poder.
> Vi também V. Exa. falar sobre "duas Justiças" e sobre a influência do
> dinheiro nas decisões da Justiça. Fiquei abismado, caro presidente, não
> com
>
> a falta de conhecimento de V.Exa., já que coisa diversa não poderia esperar
>
> (só pelo fato de que o nobre presidente é leigo), mas com o fato de que
> o
>
> nobre presidente ainda não se tenha dado conta de que não é mais candidato.
> Não precisa mais falar como se em palanque estivesse; não precisa mais
> fazer cara de inconformado, alterando o tom da voz para influir no ânimo
> da
> platéia. Afinal, não é sempre que se faz discurso na porta da Volks. Não
>
> precisa mais chorar.
> O eminente presidente precisa apenas mandar, o que não fez até agora. Não
>
> existem duas Justiças, como V. Exa. falou. Existe uma só. Que é cega, mas
>
> não é surda e costuma escutar as besteiras que muitos falam sobre ela.
> Basta ao presidente mandar seu amigo Márcio tomar medidas concretas e
> efetivas contra o crime organizado. Mandar seus demais ministros exercer
> os
> cargos para os quais foram nomeados. Mandar seus líderes partidários fazer
>
> menos conchavos e começar a legislar em favor da sociedade.
> Afinal, V. Exa. foi eleito para isso.
>
> Sr. presidente, no mesmo canal de televisão, assisti a uma reportagem dando
>
> conta de que, em Pernambuco (sua terra natal), crianças que haviam
> abandonado o lixão, por receberem R$ 25 do Bolsa-Escola, tinham voltado
>
> para aquela vida (??) insólita simplesmente porque desde janeiro seu
> governo não repassou o dinheiro destinado ao Bolsa-Escola. E a Benedita,
>
> sr. presidente? Disse ela que ficou sabendo dos fatos apenas no dia da
> reportagem.
> Como se pode ver, Sr. presidente, vou tentar lembrá-lo de algumas coisas
>
> simples. Nós, do Poder Judiciário, não temos caixa-preta. Temos leis
> inconsistentes e brandas (que seu amigo Márcio sempre utilizou para
> inocentar pessoas acusadas de crimes do colarinho-branco). Temos de
> conviver com a Fazenda Pública (e o Sr. presidente é responsável por ela,
>
> caso não saiba), sendo nossa maior cliente e litigante, na maioria dos
> casos, de má-fé.
> Temos os precatórios que não são pagos.
> Temos acidentados que não recebem benefícios em dia (o INSS é de sua
> responsabilidade, Sr. presidente).
> Não temos medo algum de qualquer controle externo, Sr. presidente.
> Temos medo, sim, de que pessoas menos avisadas, como V. Exa. mostrou ser,
>
> confundam controle externo com atividade jurisdicional (pergunte ao seu
>
> amigo Márcio, ele explica o que é).
> De qualquer forma, não é bom falar de corda em casa de enforcado.
> Evidente que V. Exa. usou da expressão "caixa-preta" não no sentido
> pejorativo do termo.
> Juízes não tomam vinho de R$ 4 mil a garrafa.
> Juízes não são agradados com vinhos portugueses raros quando vão a
> restaurantes.
> Juízes, quando fazem churrasco, não mandam vir churrasqueiro de outro
> Estado.
> Mulheres de juízes não possuem condições financeiras para importar
> cabeleireiros de outras unidades da Federação, apenas para fazer uma
> "escova".
> Cachorros de juízes não andam de carro oficial.
> Caixa-preta por caixa-preta (no sentido meramente figurativo), sr.
> presidente, a do Poder Executivo é bem maior do que a nossa.
> Meus respeitos a V. Exa. e recomendações ao seu amigo Márcio.
>
> P.S.: Dê lembranças a "Michelle". (Michelle é cachorrinha do presidente
> que
>
> passeia em carro oficial)
> Ruy Coppola, juiz do 2.º Tribunal de Alçada Civil do Estado de São Paulo,
>
> São Paulo

Nenhum comentário:

online